quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Coisas e Loisas - 8

Ao Amigo José Correia da Silva
...........
A digitalização da montagem feita sobre o andebol do José Correia em Inglaterra

O José Correia da Silva, que foi um colega de «carteira profissional», que é também um Amigo e reside em Recardães, foi e é uma pessoa ligada às actividades locais e algumas da sede de concelho, fez/faz parte de algumas Instituições, e, principalmente, esteve ligado à actividade desportiva do GICA, na área do andebol. Um dia, mais concretamente em 1994 - recordou-me ele - foi a Inglaterra com um dos seus filhos.
Nós, com o espírito de camaradagem e brincadeira existente, actualmente um pouco menos vulgar que há uns tantos anos atrás, quando ele estava ausente em Londres, pegamos numa página da Soberania do Povo e informáticamente foi feita uma montagem inserindo o que seria um artigo sobre o José Correia da Silva, a sua viagem a Londres e a sua actividade de técnico de andebol e mais umas 'coisitas'. Passados mais de 15 anos, é uma delícia ler a prosa que alguém com espírito e jeito para estas coisas nos deixou. Dizia assim o que está digitalizado, que se transcreve na íntegra.

DESPORTISTA AGUEDENSE NA ALTA RODA DO ANDEBOLO Prof. José Correia representou condignamente o andebol português, na orientação da equipa inglesa, que vai estar presente no Campeonato Europeu da modalidade e recebeu novo convite

O aforismo popular «Santos da casa não fazem milagres», aplica-se mais uma vez, com toda a propriedade, ao prestigiado Prof. José Correia, técnico de andebol, que correspondeu totalmente às expectativas criadas pelo convite que a Federação Inglesa da modalidade lhe dirigiu, para orientar a preparação da sua equipa de honra, durante o estágio que decorreu no período de 4 a 8 de Abril [de 1994].
Efectivamente não constituiu surpresa, a não ser para os mais distraídos, o convite que a Federação Inglesa de Andebol, dirigiu ao Prof. José Correia, um dos mais prestigiados técnicos da modalidade.
Sabedores das muitas solicitações a que não tem podido corresponder, congratulamo-nos por ver uma das mais importantes Federações Mundiais, solicitar a colaboração deste nosso conterrâneo que, à educação física em geral, tem dedicado a sua carreira universitária.
O Prof. José Correia desenvolveu um trabalho de muito mérito, tendo recebido os maiores elogios dos jogadores, técnicos e críticos que se movimentam nesta modalidade de características tão específicas.
A Federação Inglesa, face ao interesse demonstrado pelo seu departamento técnico, solicitou ao Prof. José Correia que orientasse um curso de reciclagem aos treinadores ingleses, convite que o nosso conterrâneo não pode aceitar de imediato, sem estabelecer os contactos que considera indispensáveis, para conseguir os resultados pedagógicos a que já nos habituou.
A propósito transcrevemos uma passagem da entrevista que concedeu ao jornalista John Alvarázio da BBC.
- Pode rvelar-nos as reservas que o levaram a não confirmar o convite que a Federação Inglesa lhe fez?
- Como compreende, a minha esposa é liberal, mas tenho que ter a certeza que não contraria esta minha ausência por mais 15 dias, que é o período mínimo para que possa desenvolver um trabalho válido. Eu é que sei o fado que tive de cantar, para conseguir esta escapadela...
Por outro lado, tenho que reunir uma equipa técnica que me acompanhe e esteja habituada à minha linguagem e aos meus métodos. Considero que só a colaboração do Prof. José da Costa, na ginástica aplicada, do Dr. Jaime Domingues na didáctica do treino e do Dr. Júlio Pinto, na motricidade humana aplicada ao andebol, poderei corresponder ao convite que muito me honra.
O nosso amigo José Correia, por afazeres profissionais tem desenvolvido a sua actividade no Instituto Politécnico de Águeda, vai agora defrontar-se com um novo desafio: a marcação cerrada que os principais clubes nacionais lhe vão mover, no sentido de conseguirem a sua colaboração para a próxima época.
Contactada a sua esposa, D. Celeste Correia, confidenciou-nos aguardar ansiosamente o regresso de seu marido, não só para «matar saudades» ginasticais, mas ainda para confirmar a veracidade da notícia que dava o Recreio de Águeda, como interessado na colaboração deste nosso amigo, na secção de massagens da sua nóvel equipa feminina de xadrez.
Entretanto, estamos em condições de desmentir, que no baile que se seguiu à homenagem que lhe foi prestada, o Prof. José Correia tenha bebido uns copos de "Silgueiros" (todos sabem que o nosso amigo é abstémio), e muito menos que a garota (por sinal bem medida), que não o deixou "assentar" durante toda a noite, fosse o "travesti" mais bem "apetrechado" da capital londrina.
Em todo o caso, um dos jornalistas presentes que por sinal abriu o baile com aquela "moça" acabou a dança em dificuldades (vermelho e algo embaraçado), tendo mudado de par sem que tenha feito quaisquer comentários mas passando a escolher os seus novos pares com um cuidado acrescido e algo desconfiado.
*****
Relembro que se trata de uma notícia inventada e a brincar com o José Correia da Silva, que em Abril de 1994 acompanhou o seu filho mais velho numa viagem a Londres organizada pela Escola Secundária onde este estudava. E a viagem resultou nesta brincadeira. Belos tempos...
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...