sábado, 24 de outubro de 2009

Valongo - Raízes do futebol I

Alguma história do futebol na freguesia

A propósito do futebol que, como se sabe, foi "importado" de Inglaterra, depressa este fenómeno se espalhou por outras terras e continentes.
No que à freguesia diz respeito, admitimos a hipótese de que pouco ou nada existe escrito sobre este assunto. A não ser a memória de alguns que ajudem a reconstituir a evolução local neste desporto de massas, como é dito.
Por isso, estava a pesquisar elementos a que podemos já chamar antigos, quando me ressaltou, numa das páginas do Jornal Paroquial «Valongo do Vouga», do mês de Maio de 1989, já lá vão, portanto, 20 anos, na página 6, uma história sobre a evolução do futebol em Valongo do Vouga, que tem como autor João Lopes.
Se não me engano, este senhor era residente na altura em Cabanões, mas oriundo de Arrancada do Vouga, e cujo nome completo João Lopes Martins, escrevia, naquele tempo, o seguinte:



«AS RAÍZES DO FUTEBOL EM ARRANCADA DO VOUGA»

Intróito

Pessoas minhas amigas e desportistas do meu tempo de jovem, insistiram comigo por diversas vezes para que eu escrevesse algo sobre o nascimento do Futebol na Freguesia e em especial no lugar de Arrancada do Vouga, pois, segundo eles, eu era a pessoa indicada, o que me lisonjeia, mas reconheço e sei que existem pessoas na nossa freguesia com mais gabarito literário do que eu para o efeito.
Embora fosse adiando tal pedido daqueles meus amigos, o mesmo não foi esquecido e como se aproxima uma data em que aqueles desejam assinalar com uma homenagem a um vulto que deu o seu melhor pelo Grupo Desportivo de Arrancada, mas conhecido pelo GDA, não desejo de forma alguma privá-los daquilo que tanto desejam saber, mas, antes de o fazer quero deixar dois pedidos, quer aos leitores do «Valongo do Vouga», quer às pessoas que irei citar: o primeiro é apresentar as minhas desculpas por qualquer lapso que possa existir nas datas, e o segundo as minhas desculpas às pessoas que foram jogadores, pois irei tratá-las pelo seu nome e alcunha que então tinham, pois assim será mais fácil identificá-las.
Deverei acrescentar a tudo isto, que irei escrever uma síntese, pois doutra forma era necessário um livro, e com muitas páginas para narrar factos, acontecimentos inéditos, nomes de muitos e muitos jogadores que fizeram o GDA.

*****

Este escrito de João Lopes Martins é ainda um pouco longo. Para não maçar e deixar a curiosidade e a leitura a meio, vamos fazer esta história, seguindo fielmente as ideias, as datas, os nomes das pessoas e outros pormenores tal como foram escritos. Doutro modo, não tinha graça alguma. E, tanto mais assim é, que, nesse escrito, é citado o nome de meu pai, com o nome próprio e a alcunha por que era conhecido. Assim como outros. Mas o que importa é a história…
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...