quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Gente destas terras - XIV

O prof. Vidal e a D. Ana

Continuava a desfolhar as já amarelecidas páginas do jornal paroquial «Valongo do Vouga», quando deparo numa profusa e exaustiva reportagem, no número de Janeiro de 1989, de uma homenagem feita em 4 de Dezembro de 1988 (já lá vãos mais de 20 anos!) a três ilustres Valonguenses, entre eles o prof. Vidal, além do médico Dr. Eduardo Bastos e, naturalmente, a Joaquim Soares de Sousa Baptista, que teve lugar na Casa do Povo de Valongo do Vouga.
Com a vénia devida, dizia no seu discurso daquele dia, o então presidente da Junta de Freguesia, Joaquim de Almeida Marques, cujas passagens estão inseridas naquele periódico.
.......
«O professor João Fernandes Vidal, oriundo das abas serranas da freguesia - A-do-Fernando hoje desaparecido - cedo se radicou em Arrancada. Aqui desenvolveu toda a sua acção. Sempre trabalhou desinteressadamente na defesa da gente simples e humilde, como era afinal a população rural, que predominava na freguesia.
Ao longo da sua vida, foi várias vezes presidente da Junta; outras seu Secretário e por vezes seu escrivão [...]. Refira-se que teve o privilégio de ser o primeiro Presidente da Junta, após a implantação da República em 1910.
Mas onde o professor Vidal mais se evidenciou foi na grande e nobre missão de ensinar. Ele e a esposa, D. Ana, não se acomodaram ao ensino das letras, em casas sem qualquer requisito recomendável a esse fim nas quais o vinham fazendo; não descansaram enquanto não viram concluídas as salas de aula apropriadas em Arrancada, em condições que consideramos avançadas para a época.
Grande foi pedagogo foi ele!... Pelas suas mãos passaram várias gerações a quem ministrou, com mestria que só ele sabia, o domínio das ciências e das letras a quem, paralelamente, ensinava os deveres cívicos e da moral.
...Só homens com a envergadura de um professor Vidal é que podem receber, passados tantos anos, por um grupo dos seus alunos já em idade bastante adulta, a homenagem póstuma que espontâneamente lhe tributaram há bem pouco tempo, como agradecimento ao Mestre, cuja acção pedagógica reconheceram de decisiva influência na trajectória das suas vidas!»

(In Jornal «Valongo do Vouga, nº 172, de Janeiro de 1989, bem como a foto digitalizada)

Só mais um pormenor de índole pessoal. O prof. Vidal foi meu padrinho de baptismo que se realizou em Maio de 1943. Nasceu no referido lugar de A-do-Fernando em 28 de Março de 1877 e faleceu em 3 de Abril de 1972.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...