terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Eclesialmente

Advento



Nem medo nem recusa perturbaram
A graça que em Ti cumpre a sua obra:
Ofereceste a Deus aquele silêncio,
Onde habita a Palavra.

Em Ti desponta a aurora da justiça,
O mistério do reino que há-de vir;
A sombra do Espírito que desce
Teu coração preserva.

Por Ti, Maria, Mãe imaculada,
Ao Céu se eleve o nosso humilde canto:
Louvor e glória a Deus três vezes santo,
Por toda a eternidade.

*****

Vem a propósito completar esta leitura com a visualização do vídeo que indicamos no link abaixo. É um pequeno vídeo, sugestivo e interpelativo sobre as desconfianças, a vida, para se poder concluir o que é a confiança. Está ali patente o que era comum entre os judeus: o repúdio da mulher.
Mulher que veio provar que, apesar de ter recusado inicialmente, acabou por não desconfiar e rejeitar a responsabilidade que lhe era pedida e se entregou com esta resposta: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.» (Lucas 1,38).
É o tempo do Advento, por isso em vez de desconfiança, a certeza; em vez da recusa a aceitação divina da vida, personificada em Maria, que nos deu a vida por seu Filho.

In snpcultura cujo vídeo pode ver aqui
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...