terça-feira, 15 de setembro de 2009

Gente destas terras - VIII

Frei António Pereira
(Sobreiro - 1625 - 1695)


1657-01-06 — Professou no Convento de Azeitão – em 1657 e não em 1567, como algures saiu impresso – o insigne aveirense Frei António Pereira, filho de Gaspar dos Reis e de D. Antónia Pereira de Carvalho, senhora de uma família muito distinta. O ilustre dominicano, que foi mestre e pregador conceituado e exerceu diversos cargos importantes na sua Ordem, nas Ordens Militares e no Tribunal da Inquisição, recusou a dignidade episcopal em que pretenderam investi-lo (Rangel de Quadros, Aveirenses Notáveis, I, fls. 62-63; E. Pereira e G. Rodrigues, Portugal-Diccionario, V, pg. 579) – A. É neste site que se encontra esta anotação, que pode ver aqui.

*****
António Simões Estima, de «Ualle Longum a Valongo do Vouga» - subsídios monográficos, página 283, refere:

Frei António Pereira
Nasceu na Quinta do Sobreiro, cerca do ano de 1625, filho de Gaspar dos Reis Vidal e de Antónia Pereira de Carvalho, sobrinho do padre Agostinho de Sancto António, fundador da capela da N. S. das Necessidades e irmão do Dr. João Pereira de Carvalho. Foi um religioso da Ordem dos Pregadores.
*****
Pela redacção acima mencionada, não se sabe a data exacta de nascimento. Admite-se apenas o ano de 1625. Já a definição encontrada no site acima indicado, aponta elementos perfeitamente coincidentes com os da monografia de António Estima. Portanto parece não haver dúvida que se fala da mesma pessoa. Só que a primeira citação não apresenta qual a origem da sua naturalidade, além de o apelidar de «insígne aveirense».
Na realidade, António Estima menciona que veio a falecer por volta do ano de 1695 (novamente não há uma data precisa). «Da Biblioteca Lusitana, consta o seguinte acerca deste religioso: “natural da Villa de Aveiro, filho de Gaspar dos Reys, e Antónia Pereira de Carvalho, Religioso da Ordem dos Pregadores, cujo Instituto professou no Covento de Azeitão a 6 de Janeiro de 1657. Partio por Missionário para a Congregação da India Oriental”, …»

No lugar do Sobreiro há uma capela de invocação a Nossa Senhora das Necessidades, do século XVII. Poder-se-á concluir que se Frei António nasceu por volta de 1625, ainda dentro do primeiro quartel daquele século, e se a capela terá sido fundada pelo seu tio padre Agostinho de Sancto António, esta terá ficado concluída por volta daquele ano, como o atesta a data da imagem inserida na sua base – 1627. Ou seja, foi construída há mais de 380 anos e é próxima da data do provável nascimento de Frei António. Foi visita de romeiros que todos os anos vinham de Ilhavo até ao Sobreiro, a 8 de Setembro. Nossa Senhora das Necessidades, porque «pedidos de chuva feitos à Senhora do Sobreiro serão satisfeitos», menciona António Estima numa alusão descrita no jornal da paróquia «Valongo do Vouga».
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...