domingo, 31 de janeiro de 2010

A história local

Estação Arqueológica do Cabeço do Vouga
- Sítio da Mina -

Dedicado a esta temática da arqueologia do Vouga, vamos seguir ainda o conteúdo do «guia da estação e do visitante» (páginas 33 e 34) editado pela Câmara Municipal, que é oferecido aos visitantes da Estação Arqueológica do Cabeço do Vouga. Esta parte, intitulada «Da "conquista" ao domínio romano», como a seguir se indica, é bastante extensa, pelo que se entende útil dar-lhe uma sequência organizativa com a sua numeração. Mas o seu conteúdo tem interesse para quem gosta destas coisas «velhas»...
.......
Da "conquista" ao domínio romano - I
A utilização do termo "conquista", aqui neste trecho do Cabeço do Vouga - o sítio do Cabeço da Mina - constitui apenas uma referência de carácter cronológico em relação ao que então se passava no resto da Península Ibérica, dado que vestígio algum, até ao momento, nos indica a existência de qualquer acção de confronto militar.
O que o registo arquelógico revela é uma realidade diferente, ou seja: presença de uma culturação paulatina das populações pré-romanas, aqui instaladas, documentada a partir dos ítens ergológicos.
Com efeito, tudo indica que aqui se deu uma "revolução tranquila": nada de hostes romanas irrompendo brutalmente pelo povoado indígena impondo o seu poderio militar primeiro, político e económico depois.
A época republicana - altura apontada teoricamente para tais eventos - inclusivé, não foi até ao momento identificada, nem mesmo ao nível da circulação monetária, donde os vestígios arqueológicos que nos falam da latinização do local, se situarem por alturas do séc. I a. C., já em época alto-imperial e, mesmo desta altura, nenhum vestígio fala da brutalidade dos "conquistadores".
A romanização lenta, mas inexorável, colhe assim, neste sítio arqueológico da Mina, testemunhos de grande pujança, durante cerca de seis séculos, tanto ao nível dos itens da cultura material e/ou ideológica, como ao nível construtivo - das construções mais simples, como para as mais elaboradas, de carácter público.
É por este tempo que se constrói a grande plataforma murada, à semelhança de um criptopórtico, embora este não seja porticado.

(Continua)

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...