quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Junta de Freguesia

O Campeão dos Mandatos

Como se sabe, tenho andado por aqui a contar umas histórias, relativamente antigas, retiradas das actas da Junta de Freguesia. Paralelamente vou fazendo algumas consultas de dados fidedignos com o intuito de não cair em contradções ou imprecisões. Socorri-me, desta feita, da Monografia de António Simões Estima, que está actualizada e fui ver o conteúdo sobre a Junta de Freguesia.
Há por lá algumas curiosidades e, nalgumas delas, também fui interveniente. Veja-se, por exemplo, esta situação, que refere António Simões Estima, na referida Monografia «de Ualle Longum a Valongo do Vouga», pagina 216.

Em 21 de Janeiro de 1977 (já não me lembrava) tomaram posse os primeiros eleitos, depois do 25 de Abril de 1974, cujos órgãos ficaram assim constituídos:

Assembleia de Freguesia:
Presidente: - Carlos Humberto da Silva Cardona, (a) tendo sido mais tarde substituído por Fernando Duarte Saraiva (Fernando Jorge Duarte Saraiva).

Junta de Freguesia:
Presidente: - José Lopes Falcão
Secretário: - José Marques Ferreira
Tesoureiro: - José Simões Fernandes (b)

No que me diz respeito, volto a ser eleito em 1979, tomando posse em 1 de Janeiro de 1980, mas ficando apenas na Assembleia de Freguesia, porque não aceitei o convite para um cargo que o sr. Estima (que tinha vencido as eleições) me tinha sugerido, porque me encontrava demasiadamente saturado com a actividade desenvolvida no mandato anterior, na presidência de José Lopes Falcão. Mas voltei a ocupar o cargo, passados três anos, quando o Dr. Bastos foi eleito presidente da Junta.

Mas o que aqui me trouxe, não foi esta história fugaz que tive nos órgãos autárquicos, onde ainda, como 1º secretário da Assembleia de Freguesia, estive no mandato que terminou em 2004. O que pretendo focar é que o campeão de mandatos, quando eleito Presidente da Junta, foi, até ao momento, a carreira de Carlos Alberto Carneiro Pereira.
Adulado por uns, odiado e menos aceite por outros, isto resulta das regras da democracia. E contra isto, nada.
O Carlos Alberto apareceu na autarquia com António Simões Estima, tomando posse em 1 de Janeiro de 1980, no lugar de secretário (que era a função que o sr. Estima queria que eu continuasse a desempenhar).
Há depois um interregno de três anos, porque eu volto a secretário, tendo como presidente o Dr. António Bastos, mas o Carlos Alberto logo no mandato seguinte, tomando posse em 22 de Fevereiro de 1986, também como secretário com o Presidente Joaquim de Almeida Marques. Tem outro interregno, quando o Abílio Ferreira Gomes da Silva é eleito presidente e este toma posse em 6 de Fevereiro de 1990.
Mas em 1993, o Carlos Alberto aparece, pela primeira vez, como candidato a presidente e vence as eleições, em resultado das quais toma posse em 25 de Janeiro de 1994. Deste ano para cá, como é sabido, o Carlos Alberto tem sido sempre eleito presidente da Junta de Freguesia. Parece que o actual deve ser o seu último mandato.
Como resultado final desta maratona de eleições, é apenas para vincar que teve seis anos como secretário e desde 25 de Janeiro de 1994 que é Presidente da Junta de Freguesia.

Não vim aqui apontar o que de bom ou mau, ou aquilo que não foi e devia ter sido feito. Venho enaltecer um facto que certamente vai ser difícil igualar em tempos muito próximos.

(a) - O Sr. Cardona foi eleito presidente da Assembleia de Freguesia, mas depois renunciou por motivos profissionais, pois teve de sair da freguesia.
(b) - O José Simões Fernandes, que foi meu colega na Junta, como tesoureiro, faleceu recentemente, como se sabe.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...