quarta-feira, 19 de maio de 2010

Como são os animais

Uma gata com civismo


Hoje deu-me para isto...
Falar de animais. Não é para destoar. Apenas para amainar o ambiente sério em que tenho vivido, com histórias e mais histórias, embora todas elas relacionadas com estas Terras.
Cá em casa há gatos... pois, não há gato, há gatos...
Uns mais espevitados, outros mais dados aos donos, uns com um determinado feitio e outros com dados peculiares e, talvez, considerados inéditos ou anormais para os humanos.
É assim;
Uma gata, que faleceu há pouco tempo, de velhinha, a «Pituxa», tinha um feitio e um hábito peculiar. Como é normal nestes felinos, que são muito independentes, «descarregava» as suas necessidades fisiológicas no local que lhe estava determinado.
Mas, em certas alturas, estando próxima da casa de banho e se lhe dava a dita cuja vontade, saltava para a sanita, virava-se para dentro dela e toca de descarregar o líquido fisiológico que nós, humanos, também costumamos fazer.
Estas atitudes da gata provocou-me cá uma curiosidade que muito trabalho me deu até a poder «apanhar» em flagrante delito na dita sanita, através de uma fotografia. E tanto andei que consegui obter a prova do «crime» que até muitos humanos, normalmente, transgridem ou desrespeitam com total menosprezo pelos outros e pelo ambiente. E aqui fica uma dessas fotos que prova o que acabo de explanar.
Feito o respectivo despejo, a gata virava-se para a sanita, cheirava e só depois de se deitar a água do autoclismo, é que ela saltava e com o rabito no ar lá dava uma corridita toda contente pelo seu feito.
Já uma vez usei esta foto, noutro local, como notícia. Mas para quem não sabia...
Sei que não é caso único!

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...