quinta-feira, 15 de julho de 2010

A Vila de Valongo do Vouga

O livro de António Martins Rachinhas


Queria em duas linhas improvisadas, como são, praticamente, uma grande parte dos meus escritos, dizer que abri este sítio das Terras do Marnel, para dizer que tive o grato prazer de receber hoje a visita do meu amigo António Martins Rachinhas, que quis, pessoalmente, dizer-me que eu devia estar presente no lançamento do livro de sua autoria, que vai ser lançado no próximo sábado (depois de amanhã), dia 17, pelas 18 horas, no salão-nobre da Junta de Freguesia.
Pelo acontecimento de que se reveste, pela consideração e amizade que nos ligam, disse ao António Rachinhas que não era necessário passar cá por casa para me dizer o que eu já tinha planeado: estar presente. Faço questão de registar este facto aqui, pelo inédito e raro conteúdo da história destas terras, que se encontram muito dispersas pelos mais variados registos, publicações e autores, não existindo, salvo a monografia da autoria de António Estima, com características próprias, uma obra que reúna num só volume o resumo de toda esses escritos relacionados com a freguesia. O lançamento estava previsto e programado para fazer parte integrante das comemorações do primeiro aniversário da elevação a vila de Valongo do Vouga.
E se houver alguém que esteja por aqui perto e não saiba e tenha contacto com este facto aqui e só agora fique a saber, também pode aparecer.
Guardamos para um momento posterior algumas considerações sobre o livro que já anda por aí.
Estas coisas da história só se podem escrever se a própria história aconteceu e se os factos que a consttituíram ficaram registados. Doutro modo, só pode haver uma fonte para se poder registar historicamente: A tradição.

(Estas fotos, com a devida vénia que sempre me mereceu, foram gentilmente cedidas pelo Filipe, do seu blogue, que, como se sabe, é «valongodovouga.blogs.sapo.pt». Depois retribuo.)


Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...