quinta-feira, 13 de novembro de 2008

O CONCEITO E A HISTÓRIA DA SEMANA - I

Conceito e dados históricos:
Período de sete dias consecutivos que se inicia no domingo e termina no sábado, na maior parte do mundo, principalmente na civilização ocidental.
Ficamos a saber que com esta definição, a semana é um período de tempo, cuja expressão vem do latim “septimâna”, que significa sete manhãs.
Os relatos bíblicos também já nos apresentavam uma unidade de tempo, organizada numa semana, nomeadamente no livro do Génesis, capítulo 1, versículos 1 e seguintes. Penso que convém esclarecer (a maior parte das pessoas sabe-o) que os Hebreus contavam os dias não das zero horas às vinte e quatro horas, como agora, mas do pôr-do-sol ao pôr-do-sol. Por isso, quem consultar a Bíblia no livro indicado, vai verificar que, em primeiro lugar, aparece a tarde e só depois a manhã. Vem mesmo a jeito dizer ainda que a Bíblia deve ser lida no contexto da vida, dos hábitos, dos costumes e da região onde teve origem.


A representação da semana
A ordenação dos dias da semana mundialmente utilizada, tem a sua origem em astros e deuses, em sistema geocêntrico. Existe ainda a orientação influenciada pela liturgia cristã. Neste caso, a semana começa à segunda-feira e termina no domingo, sendo este o dia de descanso semanal para a maioria dos povos. O sábado e o domingo são conhecidos pelos dias de fim-de-semana.


A semana em outras religiões
Além da ordenação antes indicada para os dias da semana, em países de cultura islâmica a semana começa no sábado e termina na sexta-feira, sendo este o dia de descanso para os muçulmanos.
Existe ainda uma terceira ordenação da semana, com fundamentos bíblicos, que é seguida pelos povos da religião judaica e por cristãos sabatistas. Esta semana, como sabemos, começa pelo domingo e termina no sábado, sendo este o dia de descanso para os judeus e os referidos cristãos.
Convém acrescentar que não se devem comparar nem alinhar calendários semanais de diferentes culturas, credos ou religiões, pois, além de desrespeito, retira-lhe a ordenação e o significado das suas origens.


A origem do período de sete dias
A semana deve ser compreendida e aprofundada um pouco no sistema geocêntrico, que referimos antes, pela adoração dos astros, adoração dos deuses, mitologias e crenças, religiões e ciência. Ou seja, tudo aquilo que originou a contagem dos sete dias, a denominação e o significado de cada dia em cada povo e idioma, e as suas relações de um com o outro.
O ciclo lunar tem ainda nesta matéria bastante influência na semana de sete dias, pois algumas nomenclaturas pagãs ou religiosas tem a sua origem astronómica na divisão inteira de 29 dias em quartos, ou seja, um ciclo lunar.


A SEGUIR:
Para não maçar, ficamos por aqui. Logo que possível, abordaremos a origem dos nomes dos dias da semana, a transformação do ciclo de 10 dias do Egipto para o ciclo de 7, a ver se conseguimos, depois disto, entrar na semana da Revolução Industrial.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...