quarta-feira, 29 de outubro de 2008

CRUZEIROS

A palavra, segundo uma pequena enciclopédia que possuímos, refere uma grande cruz de pedra erguida em estradas e caminhos rústicos, nas praças das povoações, nos adros das igrejas, nos cemitérios, etc., e que se destinava a assinalar locais de acontecimentos históricos ou religiosos, públicos ou individuais, alegres ou de mortes. É o padrão da cristandade por excelência.
Os cruzeiros constituem actualmente monumentos devidamente classificados e, destes, na freguesia de Valongo do Vouga, existem dois que constam em numerosos locais de informação internauta e convenientemente registados nos organismos oficiais.
Por pesquisa feita na página oficial da internet da Câmara Municipal de Águeda e da monografia de António Simões Estima sobre Valongo do Vouga, que já citamos em páginas anteriores, podemos resumir:

CRUZEIRO DE AGUIEIRA

Soco de forma quadrangular. Coluna facetada de quatro faces com fuste listrado por caneluras, sobre plinto liso que exibe a data de 1753. Capitel com molduras lisas. Cruz latina com representação escultórica de Cristo. Templete aberto de planta quadrangular sob quatro colunas de forte êntase que sustentam vergas rectas, com cornija recta, nas quais se apoia uma copula com cobertura piramidal coroada por pináculo. É um cruzeiro de utilização inicial devocional. Além deste facto, actualmente é um marco histórico-cultural.
Pertence à tipologia de arquitectura religiosa, barroca. Cruzeiro barroco de caminho sobre base quadrangular com representação escultórica e alpendre aberto de planta quadrangular com cúpula.

CRUZEIRO DE ARRANCADA

Soco quadrangular em forma de mesa sobre pedras paralelepipédicas de faces decoradas com traços definindo losangos simulando almofadas. Coluna facetada de quatro faces com fuste listrado por caneluras, sobre plinto. Capitel com molduras lisas. Cruz latina com representação escultórica de Cristo pintada. Alpendre aberto de planta quadrangular sobre quatro colunas toscanas que sustentam entablamento corrido no qual se apoia uma cúpula com cobertura piramidal coroada por pináculo sobre pedra paralelepipédica que exibe um rótulo com a data de 1626 numa das faces e uma esfera armilar noutra.
Pertence também à tipologia de arquitectura religiosa, de utilização devocional, maneirista de caminho sobre base quadrangular, com a representação escultórica em madeira pintada. A data gravada numa das faces da pedra em que assenta o pináculo de coroamento da copula as outras faces exibem uma esfera armilar, assim como outros emblemas muito raspados. Deve tratar-se de um reaproveitamento. Dada a altura do soco onde se ergue o alpendre, a coluna do cruzeiro é atarracada em proporção à cruz.

Existem outros cruzeiros, nomeadamente em Brunhido e Valongo, mas qualquer deles não dispõe de características idênticas, sendo, talvez, de construção contemporânea em pedra.
**********
ADENDA EM 30 DE NOVEMBRO DE 2008
Recebi hoje um mail do Filipe Vidal que, no seu espírito desprendido, desinteressado e de colaboração, fez o favor de me enviar algumas fotos antigas dos cruzeiros da freguesia, neste caso os mais históricos de Arrancada e Aguieira. Neste, nota-se que a sua localização era antiga, antes da sua deslocação mais para a esquerda, pois, como se nota, estava em posição nítida de prejudicar o normal tráfego de veículos, por se encontrar muito próximo da estrada Aguieira-Veiga-Arrancada.
Apresentam-se a seguir essas fotografias, que são facilmente identificáveis:
Cruzeiro de Aguieira, à esquerda, um pouco mais recente e o de Arrancada, à direita, também recente

















O mais curioso e, talvez, inédito, é o cruzeiro de Arrancada, a preto e branco, que, por informação do Filipe, fazia parte de um hipotético espólio de seu avô, o Inspector Gomes dos Santos. A foto do cruzeiro de Aguieira, é a que foi utilizada no livro de António Simões Estima "DE UALLE LONGUM A VALONGO DO VOUGA", subsídios monográficos e que a seguir se apresentam.

Ao Filipe, além do agradecimento e reconhecimento particular que prontamente já apresentamos, quero também repetir aqui publicamente o seu espírito de colaboração, companheirismo e altruísmo. Renovo os agradecimentos.


Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...