segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O que a política provoca

A fiscalização das eleições
 

É para brincar, no meio de coisas sérias.
Ontem, 29 de Setembro de 2013, aconteceram as eleições para as Autarquias. Sei que todos sabem...
Nunca deixei por mãos alheias os meus deveres cívicos. Lá fui participar.
Entro na sala onde se desenrolava o acto e qual não é o meu espanto quando reparo num canídeo refastelado debaixo de uma das mesas. Dormia... talvez com o estômago a necessitar de ser reabastecido, não sei...
O que sei é que após exercer o meu direito, muni-me da máquina fotográfica, pedi autorização e registei o acontecimento que a foto confirma.
Não tem nada de especial, dirão. Também sou da mesma opinião.
O certo é que de acordo com a versão dos membros da mesa, o cão terá entrado (sem pedir licença, pelo que percebi), procurou (talvez após ter cheirado) um local que lhe pareceu adequado, ninguém o maltratou, o canídeo sentiu-se acolhido e ali se deitou e dormiu... dormiu... que nem deu pelas eleições.
Alguém que ali exercia funções, sempre foi gracejando, afirmando que houve reclamações por falta de segurança. O canídeo terá exercido as funções dessa segurança a inteiro contento.
Resta acrescentar que o animal não era conhecido de ninguém da mesa de voto...
Este blogue não é político, mas este facto e o momento não podia deixar de ser registado.
Isto será ilegal a ponto de anular as eleições?
 
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...