terça-feira, 28 de agosto de 2012

Coisas e Loisas - 38

O Cata-Vento que já foi

Antigamente era um meio eficaz de se obter água, fosse de um poço, fosse de um ribeiro que lhe passava ao lado.
Na freguesia de Valongo do Vouga, chegou a ser um equipamento bastante usado e que proliferava, com certa abundância, em determinados locais e propriedades.
Dos que restaram ficaram poucos e, desses, alguns ainda os conseguimos registar em fotografia. É o caso do que a imagem reproduz. Já não fomos a tempo de registar outros que por cá havia. Mas penso que há pessoas com imagens antigas desses famosos cata-ventos.
Um dos últimos a «morrer» era o que estava em pleno coração de Aguieira, mesmo encostado ao Largo de S. Miguel e que era propriedade de Carlos Pinho, cujo falecimento ocorreu ainda há poucos anos. Este, quando o vento lhe dava, era vê-lo a arrancar a água do ribeiro que passa ao lado.
A lei enexorável dos tempos encarregou-se de o fazer desaparecer. Já não resta, sequer, o já velhinho, que a fotografia registou para a imortalidade e para a memória.
 
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...