domingo, 26 de fevereiro de 2012

Brumas da Memória - 13

A antiguidade da Paróquia de Valongo do Vouga
(do livro 'A Paróquia de S. Pedro de Valongo doVouga')


De rajada apontamos as armas do blogue para o livro mencionado, quer acima, quer no post anterior, de António Martins Rachinhas. Porque já li um certo conteúdo, para quem ainda o não tem e para aqueles que na diáspora se encontram, deixo este pequeno apontamento, inserido na página 39, quando se faz a história dos Bispos da Diocese de Coimbra, da qual a Paróquia de S. Pedro de Valongo do Vouga fez parte durante uns bons pares de anos. E por mais de uma vez. Transcrevemos apenas este naco:

«A seguir, referimos os nomes dos Bispos que ali exerceram a sua missão, enquanto a nossa paróquia fez parte integrante dessa Diocese, e iniciando esta relação a partir da data do primeiro documento que conhecemos sobre Valongo do Vouga, ou seja, no ano de 897, quando Valongo foi de Gondesindo Eris (Erotis, Erote, Eris), filho de D. Ero, cc, D. Enderquina Pala (1ª deste nome) e de D. Adosinda, que a doaram a S. Salvador de Lavra, onde sua filha Adosinda era freira:»

Seguem-se os nomes dos Bispos depois da 1ª reconquista cristã (878), até à conquista de Almansor (987).
Isto significa que as Terras de Valongo são milenares, porquanto se em 897 já eram conhecidas, confirmando-se, naturalmente, que foi povoada em época anterior à nacionalidade, como bem se diz e se escreve por muito boa gente competente em história.
Para já, deixamos apenas este pouco, porque o muito que contém, só se pode avaliar, lendo...

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...