domingo, 15 de janeiro de 2012

Notas à solta

Pois é, retomar!

Nova ponte do Rio Vouga, vista de baixo
É isso mesmo. Dizer que depois de 9 de Dezembro do ano passado, venho retomar as actividades blogueiras, com o pedido que me seja relevada esta ausência, mais por causa das condições meterológicas do que outra coisa.
Não estive doente. Não estive ausente. Não tive impossibilidades de acesso informático. Tive, isso sim, algumas contrariedades climáticas.
É assim mesmo. Com o frio, não conseguia «bater» no teclado.
Não é que esteja muito enrejelado. Antes pelo contrário.

Ponte antiga, pouco antes de ter ruído
Foto de montante
Há outra coisa que pesou também muito, além de alguns afazeres particulares: a preguicite.
Mas já passou. E agora cá estou para ficar à disposição de quem quer que seja.
E, para recomeçar, antes fica uma transcrição de uma das crónicas (parcial) de Adolfo Portela, com o seu ar jocoso, em jeito de entremez (da época) e de alguma troça das políticas e dos políticos do século XIX - princípios do XX.
Então, como diz o publicitário: ATÉ JÁ...
Façam favor de se divertir.
Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...