terça-feira, 31 de maio de 2011

A Junta de Freguesia na história - 78

A Junta demite-se!

Este edifício-sede foi inaugurado em 1958. No mesmo local, foi edificado o actual

Em 24 de Janeiro de 1915, a Junta da Paroquia Civil de Valongo reuniu em sessão, «na casa de escola para o sexo feminino de Arrancada do Vouga».
E aberta a sessão, presidiu António Gomes de Oliveira, vice-presidente em exercício. O presidente tinha pedido licença ilimitada que lhe tinha sido concedida.
Porém, aconteceu o inesperado. Diz assim a acta daquela sessão:

«Em seguida apresentou o vice-presidente o seu pedido de demissão deste cargo, declarando que continuava ao serviço da Junta, mas na situação de vogal. Toda a Junta se manifestou contra aquele pedido - e com aquele, eram cinco os elementos que constituíam a autarquia daquele tempo -, pedindo-lhe instantemente para que continuasse no exercício do seu cargo que tão dignamente tem sabido desempenhar. Como nada o demovêsse do seu propósito foi resolvido proceder-se a nova eleição de presidente e vice-presidente, para o que se suspendeu a sessão por espaço de dez minutos para confecção de listas e votação. E reaberta a sessão procedeu-se ao escrutínio que deu em resultado: presidente, Álvaro de Oliveira Bastos, vice-presidente, João da Fonseca Morais, pelo que o presidente convidou os novos eleitos a ocupar os seus lugares, indo por isso o cidadão Álvaro de Oliveira Bastos ocupar o lugar da presidência.»

*****

Ora aí está uma solução prática para a época e sem perda de tempo e dispêndios, como agora. O presidente demitiu-se? Então, de uma assentada e logo no local se resolve a questão colocando lá, por eleição, um novo presidente! E uma nova Junta! Estavam presentes: António Gomes de Oliveira, vice-presidente em exercício - o presidente tinha licença por tempo ilimitado (também achamos estranho que a um presidente se concedia licença ilimitada!), e ainda João da Fonseca Morais, Álvaro de Oliveira Bastos e Albano Ferreira da Costa. Estes mesmos, entre si, com votação e tudo, lá resolveram o problema!!!
Era capaz de haver qualquer coisa com o presidente, porque para pedir licença ilimitada, era mesmo capaz de não voltar a aparecer para retomar o cargo. Daí, que a eleição referida recaiu apenas no presidente e vice-presidente. Um pede a demissão, o outro nunca mais aparecia, e lá vai uma vassourada... com o devido respeito.

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...