terça-feira, 10 de maio de 2011

Coisas e loisas - 34

A Ponte do rio Vouga



Ponte do rio Vouga-antiga EN1, interdita ao trânsito
Como é sobejamente conhecido e foi largamente difundido, a ponte que atravessa o rio Vouga, na freguesia de Lamas, está em ruínas. Por isso foi interdita ao trânsito de veículos.
Um dos pilares estará em mau estado - facto que o presidente da Junta local já referenciava há muito tempo - e o tabuleiro também já mostrava cedências no pavimento com alguma influência do trânsito de pesados que ali ainda se fazia sentir, principalmente veículos que transportavam madeira e outros materiais, provenientes da zona de Macinhata, Valongo e outras freguesias a nascente.
Sobre esta ponte, há alguns pormenores que resultam da sua existência histórica.
No Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Aveiro - Zona Sul - Edição de 1959, é publicado entre outras as seguintes notas:
Diz que foi mandada fazer por D. João V, Rei de Portugal, no ano de 1713. Aquela publicação histórica cita que esta «obra de João V foi só de reforma e de acrescentamento de alguns vãos. Há outra anterior, que forma a parte principal, ordenada por D. João III».
«Em carta ou alvará de 26 de Fevereiro de 1529, nomeava este rei a Jerónimo Gonçalves, fidalgo escudeiro, residente em S. Pedro do Sul, vedor e recebedor da obra da pomte que ora mando fazer no rio Vouga e a sull.»
«Foi seu construtor mestre Ryanho (mestre que foy da obra da ponte da dita villa). Residia este nesta mesma vila de Vouga ainda em 1552.»

A propósito da ponte agora interdita (por quanto tempo não se sabe!), estas algumas notas históricas, bastante incompletas.

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...