quarta-feira, 21 de julho de 2010

Uma avenida na vila!

Avenida do Marnel
Avenida da Ponte da Sardanita


Deixem-me explicar.
Penso que esta ideia que abaixo vou tentar transmitir, não será só minha. Nem me preocupa a propriedade.
Já ando a matutar há muito sobre isto. E fiquei mais «incendiado» no dia do lançamento do livro do António Rachinhas, quando no seu jeito peculiar, faz menção a uma série de necessidades prementes para a freguesia. Não as vou repetir, porque é desnecessário e elas estão à vista de todos. Só não as vê quem não se interessa pelas coisas da sua terra.
Como aqui vou tentar comprovar pelas fotografias que obtive no próprio local, como que a espreitar se os ângulos batiam certo com o que estava a sonhar e deparei que eram exactamente isso.
Vamos à ideia:
Nesta foto vê-se a estrada, junto da ponte de Arrancada, no sentido Póvoa-Valongo

Nesta foto, vê-se parte da estrada no sentido Valongo-Póvoa, junto da ponte de Arrancada, no Marnel

A partir da rotunda frontal à sede da Junta de Freguesia, segue, para noroeste (salvo erro, para não dizer norte, que não é de certeza) a estrada municipal que a cerca de 1 Km e tal adiante dá de frente com o adro da igreja, a praça de S. Pedro, etc.
Esta estrada, chamada Rua da Ponte da Sardanita e mais à frente Rua da Igreja, tem duas ligeiras curvas à esquerda, uma antes do entroncamento para Sabugal e outra, um pouco mais à frente, junto da rotunda da Lanidor ou da Cruzinha. Por isso é que lá colocaram a Cruzinha no meio da rotunda. Logo a seguir, uma pequena curva à direita, na recta final antes de chegar à Praça de S. Pedro. Isto para situar quem se der ao trabalho e curiosidade de ler isto.
Por isso, esta mesma estrada poderia ser a Avenida, com duas faixas de rodagem, de sentido único (a necessidade de fazer a inversão de marcha seria no local das mesmas rotundas), que para além da importância paisagística que iria proporcionar, constituía até um polo de maior segurança em toda a sua extensão, principalmente naquela recta a seguir à ponte do Marnel, que é perigosa, se um cálculo errado de distância com algum veículo automóvel, fica sujeito a ser atirado pela berma fora até cair nas terras que estão abaixo do nível da estrada. E isso aconteceu ainda há pouco tempo, cujo acidente registamos em fotografia.

A meio da recta do local referido nas fotos anteriores, um acidente com um veículo pesado que transitava no sentido Valongo-Póvoa, tombado no desnível da estrada

É que mais tarde ou mais cedo, aquela estrada, da Junta até Valongo, terá de ser transformada. E que seja baptizada com qualquer nome, não interessa nem tem importância. Chamem-lhe Av. do Marnel, Av. da Ponte da Sardanita, etc. Entendemos todos, certamente, que tem importância a sua transformação. Também estou ciente que podem existir algumas dificuldades... mas não impossíveis!
É para isto que servem os blogues. Colocar as ideias que de momento nos assaltam sem pretender beliscar com quem quer que seja! Já sei. Vão-me chamar desmiolado e coisas do género ou piores. Tenho vacinas para isso e muito mais. Até que, pela Autarquia, isto deve andar a congeminar há algum tempo...
E a vila merece este e outros melhoramentos.
Cada um com a sua prioridade...

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...